baner

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016






A Importância da Comunicação Eficaz nas Organizações

A comunicação é uma das ferramentas mais importantes para o ser humano, porém, quando realizada de forma incorreta ou ineficaz, pode causar desentendimentos. No meio empresarial, problemas de comunicação são um grande mal a ser evitado, pois podem ocasionar atrasos em projetos e retrabalho. Uma mensagem mal transmitida e, conseqüentemente, mal compreendida, pode afetar negativamente todo o ambiente de trabalho. Por isso, a comunicação eficiente é de grande importância para o equilíbrio organizacional.

Mudanças provocadas pela comunicação
Uma comunicação eficaz no mundo organizacional pode ser entendida como aquela que transforma e muda a atitude das pessoas. Se a comunicação apenas mudar suas idéias, mas não provocar nenhuma atitude, então a ela não atingiu seu resultado.
Obter êxito nesse processo significa ter colaboradores mais criativos, flexíveis, trabalhando melhor em equipe, proativos e com engajamento muito maior para entregar sempre o melhor trabalho possível.

A mensagem e a individualidade de receptor
Cada pessoa tem sua própria construção de significados, sendo influenciada por toda carga cultural adquirida durante a vida. Ou seja, os indivíduos não são iguais, portanto pensam e agem de forma diferente! Com isso, a forma de se expressar, a escolha das palavras, o tom da voz ou o meio utilizado na comunicação influencia a forma como o ouvinte interpretará a mensagem recebida.
Entender quem é o receptor da sua mensagem é um dos pontos mais importantes para conseguir obter uma comunicação eficaz, pois, com essa informação, você consegue definir todos os outros pontos que foram citados acima.
etará a mensagem recebida.
Entender quem é o receptor da sua mensagem é um dos pontos mais importantes para conseguir obter uma comunicação eficaz, pois, com essa informação, você consegue definir todos os outros p


Feedback

O feedback é uma ferramenta de suma importância para a comunicação nas organizações.
O processo de comunicação deve estar em evolução contínua, sendo aperfeiçoado todos os dias. Para isso, o feedback é uma ferramenta de suma importância. Portanto, assegure-se do retorno da mensagem que foi transmitida, certificando-se que ela cumpriu o objetivo e, de fato, gerou a atitude esperada. Caso isto não ocorra, a mensagem deverá ser transmitida novamente, dessa vez, veja como pode ser mais clara, até mesmo usando outros meios e palavras. Procure entender quais são as dúvidas a fim de esclarecê-las e melhorar cada vez mais a comunicação existente entre você e seu receptor.

Comunicação como ferramenta motivacional

É importante, no dia a dia, que os colaboradores e a empresa estejam alinhados quanto aos objetivos a serem alcançados. Sendo assim, é através da comunicação eficaz que a organização conseguirá criar uma cultura corporativa, onde cada membro da equipe entenda quais são os valores, crenças e regras de conduta da empresa.
No ambiente organizacional, qualquer tipo de comunicação malfeita — e-mails mal escritos, memorandos com erros, telefones que não funcionam, informações confusas ou qualquer outro ruído na comunicação — pode atrapalhar o processo de disseminação da linguagem corporativa. Por isso, a comunicação assertiva é um cuidado que deve ser tomado pelos gestores, que precisam manter sua equipe sempre informada e motivada.

terça-feira, 16 de junho de 2015

ATENÇÃO!

No dia 18/06/2015 haverá uma palestra para os alunos do curso de quinta feira. Ir para o Projeto Cuidar, endereço: Rua Mario Gimenes, nº 300 - Jd Umuarama. Horário: as 14 horas. Quem não comparecer ficara com falta.

Dicas para um bom desenvolvimento no trabalho

Dinamismo: Não fique parado, demonstre que você está sempre disposto. Tenha iniciativa, de dizer: eu faço, eu posso ou pelo menos eu vou tentar.

Otimismo: Não haja como se pra você as coisas não darão certo. Pense que sempre as coisas podem melhorar, sorria para a vida.

Respeito: Respeite seus colegas de trabalho, seja ele seu chefe ou colega de serviço, é essencial um ambiente cordial entre as pessoas, sem brigas, onde você se sinta bem. Se tratar bem as pessoas será bem tratado, porque a vida é como um espelho, você reflete boa imagem tem de volta boa imagem em troca.

Responsabilidade: Seja responsável com seu horário, seusafazeres… Lembre-se que no trabalho há uma equipe que depende de você, se alguém não faz sua parte, todos podem ser prejudicados. Faça a sua parte com responsabilidade.

Humildade: Ser humilde e dizer: Eu não sei, me ensina, me ajuda, principalmente no início ajuda muito, pois com certeza sempre haverá alguém pra te dar a mão.
Mas… cuidado isso não quer dizer que você deve se acomodar e estar sempre pedindo ajuda.

Comunicabilidade: Saber se comunicar, dizer o que quer, dar informações corretas é muito importante em todos os setores.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Inteligência emocional no trabalho, por que ela é tão importante?


Você sabe qual a importância de desenvolver a sua inteligência emocional? Porque é através dela que você irá conquistar o sucesso com mais facilidade e consistência. E para quem deseja desenvolver uma boa liderança, também é preciso desenvolver a inteligência emocional.
Um profissional calmo, com firmeza na hora de avaliar uma situação, que tem resiliência e que sabe gerenciar imprevistos tem muito mais chances de alcançar o sucesso que um profissional estressado e impulsivo.
Inteligência emocional é saber compreender e gerenciar suas próprias emoções e também das pessoas a sua volta. Saber gerir as próprias emoções é muito importante para qualquer profissional, pois assim saberá o que realmente está sentindo, será capaz de entender o significado de cada emoção e como elas podem afetar o seu desempenho e também de outros. Além disso, facilitará a percepção do comportamento de cada pessoa da sua equipe ou com as quais se relaciona.
Hoje a inteligência emocional acabou se tornando uma condição indispensável para o planejamento de atividades empresariais no que se refere à liderança, gestão e organização. Desenvolver Inteligência emocional pode trazer mudanças radicais para o ambiente de trabalho, as relações interpessoais entre profissionais formam um fator prioritário à conquista da excelência em todas as áreas.

Dicas para desenvolver a inteligência emocional


Conheça suas emoções

Preste mais atenção em suas emoções e nos comportamentos gerados por elas, tenha consciência de que elas existem e procure analisar como esses comportamentos afetam você e também quem está a sua volta.

Tenha controle de suas emoções

Também é preciso estar no controle, pois só você é responsável por suas emoções e estando atento a elas é possível ter domínio sobre suas respostas e decisões, podendo também manter um estado de espírito otimista e sereno.
Quando você tem controle sobre suas emoções, você passa a ter mais confiança em si mesmo e também na sua equipe, por saber como transferir esse comportamento a eles, dando mais oportunidade para que se saiam bem, mesmo em situações de crise.

Tenha empatia

Também é preciso ter empatia, pois esta é fruto de uma alta inteligência emocional.Estabelece-se um nível mais alto de comunicação quando você passa a enxergar com os olhos dos outros, quando você literalmente se coloca no lugar do outro e passa a sentir as mesmas emoções. É dessa forma que você vai proporcionar um melhor entendimento e uma liderança natural.

Seja um bom motivador

Seja um bom motivador, mas para isso é preciso primeiramente saber se automotivar, ou seja, trazer soluções em curto espaço de tempo ou ter a satisfação de conquistar todas as suas metas em longo prazo. Quando você consegue se automotivar, é capaz de motivar outras pessoas.
Quanto mais você aprimora sua inteligência emocional mais seguro e confortável para resolução de problemas você se sentirá. Com maior autocontrole e empatia o profissional não precisará mais medir suas palavras e pesar suas decisões diante de cada situação.
E lembre-se sempre de se lembrar de tratar a todos com respeito, esse é um sinal aparente de alta inteligência emocional. Isso também demonstra que você não está somente preocupado com o próprio sucesso, mas que também tem prazer em ajudar os outros, com respeito às suas limitações e sabendo como valorizar seus pontos fortes. Lembre-se, você recebe aquilo que dá.
Ter inteligência emocional é ter um elevado conhecimento de si mesmo, capaz de fazer se sentir bem e viver a vida com muito mais facilidade e entusiasmo. Qualquer pessoa pode desenvolver a inteligência emocional. Uma boa sugestão é através do curso de Coaching.

Construir uma forte inteligência emocional traz impacto não só sobre a sua vida, mas também sobre a vida das pessoas ao seu redor.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

A gestão da mudança em nível macro: a crise da água em São Paulo


Acompanhando a recente crise da água nos noticiários, me dei conta que esse é um ótimo momento para abordar o tema da gestão da mudança e refletir sobre a importância desse processo, tomando a atual situação de emergência em que a população se encontra, frente a escassez desse recurso essencial a vida, e as atitudes que virão a ser tomadas pelos gestores responsáveis como objeto de análise.
Estamos em crise, o que fazer?
Diante de um cenário crítico, no qual há a possibilidade de faltar água a milhares de pessoas, o governo do estado de São Paulo passou a pensar em ações para sanar o problema. Apoiando-se em dados da concessionária responsável pela distribuição da água, deram início a concepção de idéias para garantir o abastecimento da população.
Esse processo é similar ao que adotaríamos em um ambiente de trabalho: identificados os problemas que comprometem o bom desempenho das atividades ou o clima organizacional, os gestores passariam a refletir sobre possíveis ações corretivas.
A mídia expõe muita das boas idéias que surgem para solucionar o problema, de diversas pessoas e instituições, em seus programas jornalísticos e nos propicia uma ciência do que está por vir. Dentre as soluções apresentadas, está a adoção do sistema de reuso da água, a construção de vias adutoras ligando outras fontes de abastecimento à de São Paulo, soluções para economia em ambientes coorporativos e domésticos, captação da água da chuva, dentre outras que tornam interessante observar a reação das pessoas frente às adversidades, e a criatividade para criar idéias que resolvam o problema.
Vemos que atitudes já estão sendo tomadas, como a conscientização e o apelo para que a população economize o recurso, estudo de vias alternativas de abastecimento, dentre outras ações que serão anunciadas pelo Governo de São Paulo. Essas ações compõem uma gestão da mudança em nível macro e observá-las é um aprendizado para nossa vida pessoal e profissional, pois, independente das idéias que venham a ser adotadas para suprir os problemas, um legado sempre ficará como ensinamento, como lição para que a situação não venha a se repetir. No caso da crise hídrica, e de qualquer outra crise, esse legado será a adequação à necessidade: mudaremos a forma como consumimos e atribuiremos mais importância à água.
Por isso, esteja atento às novidades desse caso, pois, além de nos afetar diretamente, é um ótimo exemplo para entender como uma organização lida com a crise, conduz a mudança e comunica essas alterações ao seu público através da grande mídia, ou seja, os usuários do sistema.



09/02/2015 - por José Roberto Marques

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Aprenda a administrar sua vida

Para alcançar objetivos pessoais e profissionais, é fundamental saber administrar sua vida, gerenciando compromissos diários e planejando, com cautela, cada decisão e ação. Algumas dicas, para conduzir melhor todas as tarefas do dia a dia e organizar as atividades futuras, auxiliam a fixar e atingir todas as metas de modo mais rápido e eficiente. Confira:

Anote

Organização e disciplina são requisitos básicos para o cumprimento de obrigações em casa e no trabalho. Muitas vezes, é preciso assumir uma postura analítica e metódica para não perder prazos e oportunidades. Em vez de queixar-se sobre a necessidade de memorizar todos os afazeres, vale a pena anotar tudo numa agenda ou caderno. Ao escrever, a probabilidade de lembrar-se do que deve ser feito é muito maior. O registro também permite que você sistematize os horários para não perder tempo com coisas desnecessárias.

Direcione

Seja claro e direto em relação as decisões que devem ser tomadas em todos os aspectos de sua vida. Assim, planos serão concretizados com mais agilidade e sobrará tempo para trabalhar em novos projetos e buscar outras conquistas.

Compartilhe

Além de executar as tarefas, é importante dividir com familiares, amigos ou colegas as ações que podem ser realizadas por mais de um indivíduo. Além de estreitar os laços com as pessoas próximas, o compartilhamento de obrigações permite que as metas sejam alcançadas mais rapidamente. No ambiente de trabalho, delegue funções e mantenha todos bem informados sobre o andamento dos processos.

Informe-se

É fundamental manter-se atualizado sobre as novidades, não só sobre sua carreira profissional e área de atuação, mas também sobre tudo o que acontece no país e no mundo. Dessa forma, você encontrará exemplos de pessoas e de casos que podem servir de inspiração em momentos de crise e de desmotivação.

Comece hoje

Ao sentir necessidade de mudar de hábitos, não tenha medo de apostar em algo diferente. É imprescindível lembrar-se de que o sucesso profissional e financeiro é importante, mas não é o único elemento necessário para alcançar a felicidade.

Busque gerenciar melhor seus dias, reservando sempre alguns intervalos para estar com a família e os amigos. Sua prioridade deve ser, continuamente, a qualidade de vida. Por isso, valorize a saúde e o bem-estar, busque formas de relaxar e combater o estresse cotidiano. Você perceberá que uma boa administração da rotina pode tornar as obrigações bem mais leves e prazerosas.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

10 Dicas de motivação pessoal

Apresentar comportamentos saudáveis e congruentes com suas metas está diretamente ligado à automotivação. Quando a motivação está atrelada ao sentimento interno e individual de satisfação do indivíduo, esse fator contribui para a elevação do bem-estar, além de aumentar o sentimento de prazer, competência e autodeterminação da pessoa.
Ter um objetivo a ser alcançado é sempre importante para manter-­se motivado. Isso inclui, por exemplo, uma meta a ser cumprida no trabalho, a conquista de um imóvel, um automóvel ou uma viagem há muito tempo planejada. Tudo isso pode fazer parte da motivação extrínseca, a qual está relacionada a fatores externos. Algumas atitudes também contribuem para uma maior motivação pessoal.
Veja 10 dicas para alcançar objetivos e driblar problemas:

1. Acredite em você

Antes de tudo, acredite em si mesmo. Só é possível desenvolver um bom trabalho e atingir metas se tiver compreensão e clareza sobre a sua capacidade de realização.

2. Tenha sonhos

O que mantém uma pessoa motivada são seus sonhos. Eles são o combustível para a busca dos objetivos. Reflita sobre sua vida e observe se seus sonhos estão em primeiro plano e se você está lutando por eles.

3. Não desista de lutar

Por mais que a batalha seja árdua, não fuja dos desafios. Portanto, supere o medo e as incertezas. Para conseguir ultrapassar barreiras, o conhecimento e a preparação são essenciais na conclusão das grandes etapas de seus projetos. Sendo assim, arrisque e esteja sempre consciente da sua competência.

4. Aprenda com os erros

Os erros tornam o indivíduo mais experiente e atento com relação a novas situações, fazendo com que essa experiência se converta em aprendizado. Portanto, não se bloqueie diante de uma falha, mantenha o foco e siga em frente.

5.  Realize atividades que fazem você feliz

A melhor maneira de driblar a falta de motivação é fazer coisas que proporcionem bem­-estar. Faça uma lista de atividades que você gostaria de realizar e comece a praticá-­las. Você vai perceber que, aos poucos, se sentirá mais motivado e determinado a realizar todas as suas tarefas com o mesmo ânimo e excelência.

6. Pense positivo

Ser otimista e encarar os desafios com firmeza e disposição contribui para que boa parte da jornada seja percorrida. Dessa forma, procure direcionar suas atitudes e perspectiva para os pontos positivos, fazendo do pessimismo uma palavra inutilizada em seu vocabulário.

7. Estabeleça metas

Pensar positivo e sentir-se bem são impulsionadores para que a motivação esteja presente, porém é preciso colocar em práticas tais emoções. Para que isso seja possível, relacione suas prioridades, bem como as tarefas e os respectivos prazos. Não esqueça de  colocá-los em sistema de passos, para que você perceba a evolução a cada tarefa cumprida. Assim, será mais fácil visualizar tudo que precisa ser feito.

8. Reclamações só bloqueiam sua motivação

Reclamar da situação não vai resolver o problema. O primeiro passo para a solução, é optar pela mudança de comportamento, analisando o que está errado e quais são as alternativas para solucionar a questão. Externar as dificuldades só atrasará você de reverter esse quadro.

9. Reflita

Reserve  tempo para refletir sobre atitudes, conquistas e fracassos. Essa análise é crucial para que você possa constatar se os seus objetivos estão alinhados com as suas ações, de forma que você possa redirecionar seus esforços para o que realmente almeja.

10.Comemore as conquistas

É importante ter a consciência dos resultados obtidos. Assim sendo, celebre suas vitórias e permita que a sensação de dever cumprido e metas alcançadas permeiem em seu ser.